Telonas e mais seres fantásticos do Brasil fazem parte do futuro de Tibor Lobato

“A Odisseia de Tibor Lobato” marca a estreia do paulistano Gustavo Rosseb como escritor. E que início ótimo, viu? Na entrevista que você lê a seguir ele conta um pouco sobre como decidiu colocar no papel a história do garotinho de sobrenome forte e os planos futuros que incluem até mesmo as telonas.

De onde surgiu a ideia de fazer o livro?
Muito tempo antes deste livro existir, eu escrevi uma outra história, de trama parecida. Também levava o título de Oitavo Vilarejo, mas conforme o tempo passava, eu ia desgostando do resultado adquirido. Pelo simples fato de trazer, E MUITO, personagens e lendas de folclores de outros países. Ao mesmo tempo, sempre fui fascinado pelo folclore brasileiro. Por aquelas histórias de assombração que seu primo conta à beira da fogueira do sítio da sua vó. Que fazem você perder o sono de verdade.

Fiquei pensando se não haveria uma forma de eu adaptar a trama àquele mundo que eu tanto apreciava. Sempre quis ler um livro que trouxesse esse tipo de medo e admiração ao folclore, numa literatura infanto juvenil nos moldes de Harry Potter e Percy Jackson. Mas nunca havia encontrado um livro que fosse dessa maneira. E assim, recomecei e escrevi A Odisseia de Tibor Lobato. Escrevi um livro que eu gostaria muito de ler.

É curioso pensar em um protagonista filho de ciganos. Não me lembro de nenhuma outra leitura que tenha incluído o povo. Você pretende abordar algum aspecto da vida deles?

Na verdade, eles não são efetivamente filhos de ciganos. Com o desenrolar da história dos outros livros, vamos compreendendo que eles passaram a viver com um agrupamento de ciganos por um motivo. Um agrupamento de ciganos não tem um endereço fixo, está sempre de mudança e esse é um fator que chamou a atenção da família de Tibor. Eles adequaram-se àquela vida.

E sim. pretendo sim explorar um pouco mais desse mundo ao longo dos próximos livros. Apenas em flashbacks, pra entender os motivos que os levaram a essa mudança drástica de vida e também o que de fato aconteceu na noite em que vieram a falecer.

As aventuras vão acontecer prioritariamente na Quaresma ou será possível acompanhar a vida dos protagonistas durante o restante do ano também?
Quando escrevo uma história, seja um livro ou um roteiro, procuro criar regras para aquele universo. Pra que ele, de certa forma, possa ser crível a quem o lê. Pra que, dentro dessas regras, eu possa ficar a vontade pra brincar com aquele universo de todas as maneiras possíveis. Para o universo do Tibor idealizei aventuras que se passassem apenas durante a quaresma de um ano. Portanto, suas sequências trarão os personagens a novas aventuras na quaresma do ano seguinte. Um ano provoca muita mudança. Essas mudanças estarão impregnadas nas personalidades de todos os envolvidos, no entorno deles e na profundidade da própria trama.

Você imaginou a trama se desenrolando em quantos títulos?
Desde o início, a Odisseia de Tibor Lobato foi idealizada para 3 livros. O segundo está em fase de revisão e o terceiro já era pra estar pronto, mas acabei por escrever um outro livro, sobre outro assunto no meio do caminho, hehehe. Mas começo a prepará-lo assim que terminar a revisão do segundo.

Veremos outros seres fantásticos brasileiros nas próximas aventuras? Quais?
Siiiim. Diversos outros seres fantásticos estarão no livro 2. Personagens conhecidos como o Boto e o Lobisomem e outros nem tanto como a Pisadeira e o Gorjala. Trago lendas novas também como a da Vitória Régia e a do Barba Ruiva. Além disso, nos aprofundamos mais nas lendas dos seres fantásticos já apresentados no Oitavo Vilarejo. E tem também mais contos de Dona Mirta. A continuação promete muito!!!! Estou apaixonado pela história. Só posso adiantar aqui que ele se chama A Odisseia de Tibor Lobato – A Guardiã de Muiraquitãs.

O livro vai se tornar um filme? Inclusive as histórias da dona Mirta?
O livro vai virar filme sim. A Parakino Filmes é a detentora dos direitos para levar o mundo do Tibor Lobato para as telonas e eu fui contratado como roteirista do filme! :) Ainda está bem no comecinho e essa parte é bem burocrática, mas muito importante pra que tudo corra bem. É só falar desse assunto que minha ansiedade me pega de jeito. hehe. Sobre a inclusão dos Contos de Dona Mirta no filme, ainda não sabemos. Na verdade, ainda é tudo muito secreto e isso é tudo o que me deixam dizer sobre o filme! Hehehe.

One Comment

    1. O Oitavo Vilarejo — Bússola de Livros

    Comente: