Cidade-Fantasma ao Entardecer

bussola_cidadefantasmaaoentardecerNem lembrava que eu tinha um outro livrinho da série “A Casa da Árvore Mágica”. Na verdade, a surpresa de achar o título veio junto da surpresa de que ainda por cima li fora de ordem (“Cidade-Fantasma” vinha antes de “Ursos Polares”). E não sei se foi por conta do tema ou se estou mais benevolente, mas achei mais simpático este do que o volume que li antes.

Veja bem, minhas críticas continuam as mesmas: ainda que voltado para um público mais novinho, acredito que a trama pudesse trazer um pouquinho mais de espaço para que a criança imagine o cenário ou o que está acontecendo, mas o texto é TÃO mastigado que ninguém precisa fazer nenhuma imagem mental mais elaborada.

João e Aninha, os irmãos que querem se tornar Mestres Bibliotecários mágicos como a Fada Morgana, uma espécie de tutora dos garotos nas aventuras, embarcam na casa da árvore mágica com destino ao Velho Oeste americano, com a missão de desvendar uma charada, como (parece) acontece sempre.

Uma vez transportados para Várzea da Cascavel, cidade agora desabitada, que servia de paragem para as diligências que vinham do Novo México com destino ao Texas, os meninos logo se deparam com um fantasma, ladrões de cavalos e um cowboy digno, Magro Cooley.

Além de ajudar uma família de cavalos selvagens a se reencontrar, as crianças acabam também por incentivar a veia literária de Magro, tudo, é claro, antes da hora do jantar. O final, com um toquinho leve de episódio de “Além da Imaginação”, faz o leitor dar um sorrisinho. Pode parecer pouco, mas pra mim já foi bem mais envolvente do que o outro título da série.

Cidade-Fantasma ao Entardecer (Coleção A Casa da Árvore Mágica)
Mary Pope Osborne
80 páginas
Farol

One Comment

    1. A Casa da Árvore Mágica vai virar filme — Bússola de Livros

    Comente: