Conte uma História, Estela

Resenha que escrevi para a Folhinha, caderno infantil da Folha de S. Paulo, publicada em 29 de novembro de 2014.

 

conthistestcapaEm meio a macieiras, hortas e jardins, Estela passa um dia encantador ao lado de Marcos, seu irmãozinho. No livro “Conte uma História, Estela”, da autora e ilustradora canadense Marie-Louise Gay, as duas crianças não têm problemas ou adultos para fazer restrições. Ao ar livre eem cenários dos sonhos (um dia ensolarado e caminhos cheios de plantas bonitas), ambos fazem o que vem à telha, interagindo com a natureza.

O leitor acompanha as aventuras singelas de Estela e Marcos ao longo do dia, até chegar ahora de dormir. Estela é exemplar no papel de irmã mais velha: dá atenção, cuida e lê em voz alta para ele. Os livros, aliás, aparecem com frequência nas mãos da personagem, embora se tornem um detalhe na história. O principal são os diálogos divertidos e as brincadeiras: eles procuram formatos conhecidos em nuvens, montam casinha para o cachorro e até se penduram nos galhos para imitar morcegos.

No universo criado pela autora, a graça está nas pequenas coisas, que se tornam incríveisdiante do entusiasmo infantil. As delicadezas não param por aí: preste atenção nos detalhes das ilustrações de aquarela e colagens. Há vários bichinhos marotos (especialmente coelhos!) enfeitando ainda mais as paisagens.

CONTE UMA HISTÓRIA, ESTELA
Autora: Marie-Louise Gay
Tradução: Gilda de Aquino
Brinque-Book
A partir de 2 anos

LEIA MAIS

Entrevista com Marie-Louise-Gay.
- Resenha de “Corina Curiosa e o Mario Buraco do Mundo”.