Usagi Yojimbo – Daisho

Acho que este é o último texto da época do UOL Jovem com resenhas. Publicado em 05 de abril de 2008.

 

bussola_usagiyojimboA mitologia samurai é uma das mais ricas fontes dos animes, mangás e afins. A vida de Miyamoto Musashi, em específico, um dos nomes mais conhecidos desse mundo, é a maior inspiração do personagem título do álbum “Usagi Yojimbo – Daisho”, lançado pela Devir Livraria. O protagonista, um coelho samurai criado por Stan Sakai, também tem toques de “Groo”, de Sergio Aragonês, do mangá “Lobo Solitário”, de Kazuo Koike e Goseki Kojima e dos filmes de Akira Kurosawa.

Neste segundo volume de sua saga (o primeiro, “Sombras da Morte”, também chegou às lojas pela Devir em janeiro último), Myamoto Usagi – um animal com comportamento humano que vive em um mundo em que humanos praticamente não existem – continua em suas andanças, mostrando um pouco da cultura do Japão antigo em suas histórias, misturando doses de humor, ação e luta.

O livro traz dez histórias em preto e branco em que o Daisho (o par de espadas que só é usado por um samurai) de Usagi é de suma importância. As tramas contam um pouco do passado do personagem (desde duelos vencidos por ele há muito tempo até um amor que não podia se consumar com uma princesa) enquanto mostram sua habilidade com suas armas (que acabaram sendo roubadas por um vilão sórdido).

A publicação do guerreiro que detesta injustiças tem prefácio do roteirista de quadrinhos James Robinson e um glossário de informações sobre a cultura japonesa e a história de Usagi Yojimbo.

Usagi Yojimbo – Daisho
Stan Sakai
208 páginas
Devir

Comente: