Lonely Planet mostra o mundo para crianças

Apesar de não ser mãe, colaboro na criação de dois pequenos nerds. Não tão pequenos assim, mas ambos já bem desenvolvidos na arte de serem curiosos ao extremo e de tentarem saber de tudo um pouco. Por conta disso, achei ótima a ideia de guias de viagem voltados para o público infanto-juvenil, ainda mais com o selo da Lonely Planet. A série “Proibido para adultos” foi lançada aqui com quatro títulos – Roma, Londres, Nova York e Paris – todos trazendo curiosidades curtas, mas pertinentes e detalhadas dentro do possível, de metrópoles pelo mundo.

A ideia aqui não é falar de locais imperdíveis em uma visita às cidades, mas incentivar a garotada a se divertir por conhecer a história de lugares que, num primeiro momento, podem parecer meio inóspitos (ao menos longe de shoppings e parques de diversão). E pela quantidade de assuntos abordados em cada título, brechas bem interessantes para falar de história e arte, entre outros assuntos, vão ser abertas. Caberá ao Jedi que estiver acompanhando a missão o aprimoramento do intelecto do pequeno padawan.

Fotos e ilustrações, muito coloridas, ajudam ainda mais a atiçar a curiosidade sobre os lugares.

Adultos vão ler de uma vez só, mas certeza que os pequenos vão se deleitar em citar no almoço de domingo com a família qual a origem do termo capuccino, ou de brincar com a avó que esqueceu alguma coisa no forno falando sobre como começou o grande incêndio que consumiu Londres há tempos. Mesmo que nem saibam quando poderão fazer uma viagem legal assim com a família.

Comente: