Duas Dúzias de Coisinhas À-Toa que Deixam a Gente Feliz

Frases rápidas e poéticas apontam momentos simples e divertidos da vida

O autor deste livro é mais conhecido por sua atividade como designer gráfico e ilustrador, mas o que mais me
chamou a atenção foram as rimas que, por sua vez, dão um toque especial a uma ideia bem simples, mas
muito bem vinda. Com poucas páginas e poucas palavras, Otávio Roth escreveu e ilustrou “coisinhas” fofas capazes de deixá-lo – assim como a muita gente – contente, além de combinarem poeticamente como, por exemplo, “queijo com goibada” e “beijinhos da namorada”, “menina loira com trança e “Dom Quixote e Sancho Pança”, entre outras.

Despretenciosas, as frases conseguem divertir e fazer o leitor se lembrar que sim, há várias coisas legais no cotidiano que podem passar batido. No prefácio, o autor reforça esta ideia ao dedicar o livro para a mãe: “Aprendi, desde menino, a colecionar pequenos momentos de felicidade”. Por fim, a edição é bem rápida de ler – cada frase ocupa uma página – e pode levantar o astral de leitores de várias idades. Os desenhos são legais, mas ficam reservados a uma parte bem pequena da página. Em outras palavras, se fossem menos discretos e ocupassem um lugar maior, a edição ficaria ainda mais atrativa.

Roth, artista paulistano que viveu entre 1952 e 1993, também se dedicou a gravuras, estudos sobre o papel e fez parceria com Ruth Rocha em vários livros infantis, entre eles “A História do Livro”.

DUAS DÚZIAS DE COISINHAS À-TOA QUE DEIXAM A GENTE FELIZ
Autor: Otávio Roth
Editora Ática
28 páginas

One Comment

    1. Poesia na Varanda — Bússola de Livros

    Comente: